25/09/2017

Doação de sangue em cães e gatos – tudo que você precisa saber!

 


Doação de sangue para animais? É isso mesmo que você acabou de ler! Embora este ainda não seja um assunto tão difundido entre as pessoas, você sabia que os cães e gatos também podem fazer o bem e ajudar a salvar outros animaizinhos por aí com uma simples doação de sangue?


Cães e gatos podem precisar de transfusão sanguínea por diversas causas e como consequência de algumas doenças ou situações, como por exemplo, os traumas por atropelamentos, a doença do carrapato - que já vimos anteriormente aqui: https://goo.gl/HM1RWq - e outras enfermidades graves.


A falta da transfusão sanguínea em um animal que está necessitado pode ter consequências severas, como o óbito em pouquíssimo tempo, pois é através do sangue que os nutrientes e o oxigênio são transportados para as células e tecidos, e sem sangue, toda a fisiologia do corpo fica prejudicada. O sangue é o combustível para que o organismo funcione adequadamente e quando seu volume está diminuído, ou sua composição afetada, o pet pode ter severas consequências e vir à óbito rapidamente. Por esse motivo e como forma de tentar aumentar o conhecimento das pessoas sobre um procedimento tão simples que pode salvar vidas, esse é o nosso tema de hoje: doação de sangue.


Se em algum momento da vida você já teve um cãozinho ou gato que precisou receber uma transfusão de sangue, sabe o quanto é difícil conseguir um doador para o pet. Os hemocentros veterinários também sofrem com a mesma falta que os hemocentros humanos, a falta de doadores.


E talvez essa falta de doadores seja devido à falta de informação por parte dos tutores, que podem ter inúmeras dúvidas a respeito da doação de sangue. Por isso, resolvemos tirar aqui as principais dúvidas e esclarecer tudo que você precisa saber sobre a doação de sangue. Quem sabe assim, você não transforma o seu cãozinho ou gato saudável em um herói que pode salvar a vida de outros animais?

 

1. MEU CÃO OU GATO PODE SER DOADOR?

Se seu cão ou gato é um animal saudável e atende aos requisitos abaixo, então, SIM, ele pode ser um doador. Veja os requisitos e converse com o veterinário a respeito.

 

 


2. QUANTO TEMPO DEMORA A DOAÇÃO?
Considerando o tempo que leva desde o preparo do animal até o fim da doação, ela não deve demorar mais que cerca de 30 – 45 minutos.

 

3. MEU PET VAI SENTIR DOR?
Não, a doação de sangue no máximo causará um pequeno incômodo no momento de fazer o acesso venoso. Depois disso, o animal só terá que ficar paradinho e esperar o tempo necessário para que uma bolsa de sangue seja totalmente preenchida. Durante esse tempo, o dono do pet poderá ficar por perto, cuidando de seu animalzinho e aproveitando o tempo “vago” para lhe dar bastante carinho.


4. O SANGUE RETIRADO DO MEU CÃOZINHO OU GATO NÃO VAI FAZER FALTA PARA ELE?
Não, pois existe um limite da quantidade de sangue que pode ser doada pelo animal para que não ocorra nenhum desequilíbrio em seu organismo. Não será retirada nenhuma quantidade acima do recomendado, para que não prejudique a saúde dele. Além disso, em poucos dias o pet já terá reposto toda a quantidade de sangue que ele doou. O sangue retirado não fará falta ao seu pet e ainda será de grande valia para o receptor.

 

5.MEU PET TERÁ QUE PASSAR POR ALGUM EXAME PARA SER DOADOR?
Sim, e isso é bastante vantajoso. Pois além de doar sangue e ajudar a salvar algumas vidas, o pet terá feito um check-up para garantir que sua saúde está em dia. Ponto a favor para a doação de sangue!

 

6. CÃO E GATO PODEM DOAR SANGUE ENTRE ELES?
Não, há diferentes tipos sanguíneos entre cães e gatos e essa incompatibilidade poderia levar os pets à óbito. Então, cão somente doa sangue para cão e gato somente pode doar sangue para outro gato. 

 

A doação de sangue é um gesto de amor, que ajuda a salvar muitas vidas. E infelizmente na medicina veterinária, a conscientização das pessoas é ainda menor, fazendo com que os bancos de sangue estejam sempre vazios e assim, muitos cãezinhos e gatos acabam morrendo por falta desse suporte.

 

Agora que você já tirou todas as dúvidas a respeito, que tal repensar e refletir um pouco sobre o assunto e se tiver um pet que é candidato à doação, por que não ajudar ao próximo e fazer o seu pet se tornar um heroi?

 


*Se você ainda tem dúvidas, consulte o veterinário.

Gostou dessa matéria? Então curta e compartilhe com seus amigos!